BAIXO MONDEGO (PORTUGAL)



sexta-feira, 22 de março de 2013

AS ZONAS HÚMIDAS E A GESTÃO DA ÁGUA




"TODA A VIDA NO PLANETA DEPENDE DA ÁGUA. 

DEPOIS DO ANO 2013 TER SIDO DESIGNADO O ANO INTERNACIONAL DA COOPERAÇÃO PARA A ÁGUA, A ASSEMBLEIA GERAL DAS NAÇÕES UNIDAS RECONHECEU A ÁGUA COMO ELEMENTO CRÍTICO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E PARA A SAÚDE E BEM-ESTAR DO HOMEM. 

ESTE RECONHECIMENTO NÃO É NOVO, POIS LEONARDO DA VINCI CAPTOU A IMPORTÂNCIA DO TEMA QUANDO PROCLAMOU QUE “A ÁGUA É A FORÇA MOTORA DE TODA A NATUREZA”.
 
O APARECIMENTO DAS PRIMEIRAS GRANDES CIVILIZAÇÕES, TAL COMO AS DOS VALES DO RIO NILO, TIGRE-EUFRATES, INDO-GANGES E RIO AMARELO DEPENDEU DA GESTÃO DA ÁGUA E DOS BENEFÍCIOS POR ELA PRESTADOS. 

A HISTÓRIA DA HUMANIDADE ESTÁ REPLETA DE EXEMPLOS DE CIVILIZAÇÕES PRÓSPERAS QUE SÃO AGORA NÃO MAIS DO QUE TESOUROS ARQUEOLÓGICOS ENTERRADOS NAS AREIAS DE DESERTOS. 

NALGUNS CASOS, A MORTE DESTAS CIVILIZAÇÕES RESULTOU DA FALHA EM GERIR A ÁGUA OU EM APRECIAR O DELICADO EQUILIBRIO ENTRE UM USO SÁBIO E A SUA EXPLORAÇÃO. 

A SOCIEDADE HUMANA NOS DIAS DE HOJE CONTINUA A TENTAR CONQUISTAR E CONTROLAR A ÁGUA. CONTUDO, A ÁGUA NÃO PODE SER CONTROLADA. 

TAL COMO AS PRIMEIRAS CIVILIZAÇÕES JUNTO A GRANDES RIOS, CONCILIAR A GESTÃO DA ÁGUA, A TERRA E A POPULAÇÃO CONTINUA A SER UM GRANDE DESAFIO DO SÉCULO XXI. 

A ÁGUA É UM RECURSO NATURAL CRÍTICO, DA QUAL TODA A ATIVIDADE SOCIOECONÓMICA E AMBIENTAL DEPENDE. 

OS OBJECTIVOS DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO DO MILÉNIO, A CONVENÇÃO DE RAMSAR E UMA SÉRIE DE INICIATIVAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS, TODOS DESTACAM A IMPORTÂNCIA DE COMPREENDER A NECESSIDADE PREMENTE DE RESOLVER PROBLEMAS DE GESTÃO DA ÁGUA DE UMA FORMA INTEGRADA, COOPERATIVA E HOLÍSTICA.

A ÁGUA É FUNDAMENTALMENTE UM ELEMENTO DE LIGAÇÃO. DA NASCENTE ATÉ AO MAR E ATRAVÉS DO INFINDÁVEL CICLO DA ÁGUA, A ÁGUA LIGA TODOS OS CANTOS DO PLANETA TERRA. 

A CONVENÇÃO DE RAMSAR RECONHECE QUE AS ZONAS HÚMIDAS OCUPAM UMA POSIÇÃO CHAVE NESTA INTERCONETIVIDADE E QUE O USO SENSATO DAS ZONAS HÚMIDAS É ESSENCIAL PARA ALCANÇAR UMA GESTÃO SUSTENTÁVEL DA ÁGUA.

O TEMA PARA O DIA MUNDIAL DAS ZONAS HÚMIDAS EM 2013 É “AS ZONAS HÚMIDAS E A GESTÃO DA ÁGUA”.

RAMSAR TEVE SEMPRE PRESENTE A LIGAÇÃO DA ÁGUA ÀS PESSOAS E ZONAS HÚMIDAS NO SEU ÂMAGO.

AS ZONAS HÚMIDAS CONSTITUEM UM RECURSO DE GRANDE VALOR SOCIOECONÓMICO, CULTURAL E CIENTIFICO, E A SUA PERDA SERIA IRREPARÁVEL. 

AS ZONAS HÚMIDAS FORNECEM SERVIÇOS AMBIENTAIS ESSENCIAIS, OU BENEFÍCIOS QUE AS PESSOAS OBTÊM DA NATUREZA, INCLUSIVE ATUANDO COMO REGULADORES E FORNECEDORES DE ÁGUA. 

ESSA GESTÃO DA ÁGUA E O “USO SENSATO DAS ZONAS HÚMIDAS “ SÃO INDISSOCIÁVEIS. 

O OBJECTIVO CHAVE DO DIA MUNDIAL DAS ZONAS HÚMIDAS EM 2013 É SENSIBILIZAR A POPULAÇÃO PARA A INTERDEPENDÊNCIA ENTRE A ÁGUA E AS ZONAS HÚMIDAS, REALÇANDO FORMAS PARA ASSEGURAR A PARTILHA EQUITATIVA DA ÁGUA ENTRE OS DIFERENTES CENTROS DE DECISÃO E A COMPREENSÃO DE QUE SEM ZONAS HÚMIDAS NÃO HAVERÁ ÁGUA."


(TEXTO INICIAL DA BROCHURA “AS ZONAS HÚMIDAS E A GESTÃO DA ÁGUA”, EDITADA EM 2013 PELO SECRETARIADO DA CONVENÇÃO DE RAMSAR E TRADUZIDA PARA PORTUGUÊS PELO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA ASSOCIAÇÃO ALMARGEM) 

Sem comentários:

Enviar um comentário